5 de abril de 2007

Montevideo

O que se passou lá foi uma detenção indevida.

Houve uma confusão na rua onde entre 100 pessoas, estavão alguns jogadores nossos.

Um tipo foi agredido (não por nós)... esse tipo era policia.

No meio da confusão, só nós é que estavamos vestidos com roupa igual, o policia deduziu que fomos nós e acusou-nos da agressão... fomos detidos.

Prestamos declarações que demonstravam o facto de não termos nada a ver com a agressão e o caso foi arquivado.

Espero que tenha esclarecido quem tinha duvidas e espero que o tema de conversa passe a ser outro qualquer que não a noticia de tablóides que tanto o povinho gosta.

4 comentários:

Anónimo disse...

concordo contigo, mas como ainda ninguem tinha posto preto no branco a situaçao assim fica arrumado!

abraço

Anónimo disse...

Agradece ao Presidente da Federação pela confusão, pois foi ele que mais uma vez com declarações apalermadas criou a ideia de que a culpa foi vossa e do Alcool.
Abraço

Anónimo disse...

Então a história do tiro para o ar é falsa? Como é que alguém inventa uma treta dessas...
O que aconteceu depois do jogo vai ser esquecido com muita facilidade. O que interessa é o sonho MUNDIAL e esse já ninguém vos tira...
Quem não gostaria de lá tar?
Parabéns pela carreira, atitude, garra e pelo exemplo que dá aos mais novos

Pedro Aparício disse...

Grande Muri:

Uma intercionalização extra no saco hein! Um internacional no cárcere (ainda que indevidamente!), realmente as declarações do Dídio não foram as melhores, já o Tomaz quando abordado sobre a questão foi do mais correcto possível!

Grande Abraço